Blogger templates

14 de fev de 2011

Filmografia do Capitão América - 1944 até 2011

Capitão América I - 1944 (Televisivo)


Capitão América II - 1979 ( Televisivo)



Capitão América III - 1990 (Cinema)



Capitão América IV - 2011


Pois é, muitos não sabem mas o Capitão Bandeiroso já teve várias versões para o cinema e TV e analisando todos essas tentativas de trazer o personagem para às telas, dá pra perceber algumas diferenças e semelhanças entre eles. Vamos lá, alguém consegue sacar qual a diferença básica entre esses quatro filmes do Capitão América?
Isso mesmo, pequeno padawan! Acertou quem chutou "só um deles realmente respeita o uniforme dos quadrinhos"! E quer saber? Tanto faz, porque o uniforme do Capitão é TOSCO, mesmo!!!!


Parece que dessa vez eles acertaram um pouco, apesar de ainda achar que o ator Chris Evans, o próximo Capitão, parece ter sido enrolado em um edredon azul do exército...


Mas de resto tá legal. Um uniforme que lembra bastante o Capitão de Supremos. Muitos elementos puxados de paraquedistas do exército, bem críveis, então tá valendo! Sem contar que teremos alguns momentos do filme onde ele aparecerá com o antigo escudo triangular e com um uniforme um pouco diferente! Mais puxado para os soldados normais.


Nesse filme de 2011, Steve Rogers (Chris Evans), um frágil e franzino rapaz horrorizado pela invasão Nazista (ou melhor dizendo, da Hídra, já que não aparecem nenhuma suástica nazista) na Europa, resolve se alistar no exército americano. Por conta de seu físico debilitado, ele é recusado, e resolve apelar para o General Chester Phillps (Tommy Lee Jones). Então, o Gereral lhe oferece uma oportunidade para participar de um experimento especial do exército, chamado de “Operação – Renascimento”. Após ser testado por várias semanas, ele recebe uma dose do soro do ‘Super-Soldado’ e atingido por raios Vita. Depois de um rigoroso treinamento físico e tático, Steve se transforma então no herói que carrega as cores de seu país e luta pela liberdade e pelo 'american way of life' contra o tenebroso Caveira Vermelha (Hugo Weaving)!


Bem próximo do filme de 1990, onde o vilão também é o Caveira, dessa vez o americano Steve Rogers (Matt Salinger) se submete, durante a 2ª Guerra Mundial, a uma experiência comandada pela cientista Therese Vaselli (Carla Cassola) que fugiu da Itália, por não aceitar os "métodos" utilizados pela equipe. Steve se torna o super soldado! Nele Vaselli é morta e o segredo de transformar um simples humano num soldado excepcional morre com ela. Ao se defrontar com o Caveira Vermelha (Scott Paulin), um hiper soldado criado pelos nazistas, o Capitão América é preso num foguete, que tem como alvo a Casa Branca. O herói desvia a trajetória, no entanto vai parar no Alasca, onde fica congelado. Ele acorda nos anos 90 e vira um cantor de banda grunge e descobre que o Caveira também está vivo, vivendo sob a fachada de um gângster moderno chamado Tadzio de Santis que quer sequestrar o presidente, tomar seu lugar e se tornar o novo presidente dos Estados Unidos. Pérola!

 Pérola como essa HQ onde mostra uma treta entre um
Capitão Lobisomem contra o Capitão Vampiro.


Já no primeiro filme para televisão do Capitão, de 1944, além dele estar muito parecido com o Agente Americano, pelo preto do uniforme, a história é bem outra.
O super-herói luta contra as forças do mal (na sua maioria bandidinhos armados comuns) e seu arquivilão chamado O Escaravelho. Toda a história do personagem, do soro do super-soldado até sua constante batalha contra os agentes da Alemanha nazista foi rejeitada durante a realização da série, pois isso exigiria uma produção muito cara para a época. Na série, o nome real do Capitão América é Grant Gardner, um advogado respeitado na cidade. Ele luta contra um vilão, também conhecido como Karl Maaldor (O Escaravelho)que costuma envenenar seus inimigos e que utiliza um aparelho secreto capaz de destruir construções com vibrações sonoras.
Algo parecido com Fantasma, Flash Gordon, Buck Rogers, Capitão Marvel ou qualquer coisa perto disso, que costumava passar na época.


Por fim, o tosquíssimo, Capitão América de 1979!
Seguindo a tendência das produções com heróis realizadas para a televisão no finalzinho dos anos 70, tal como O Incrível Hulk, Homem-Aranha e Mulher Maravilha, surgiu o segundo telefilme, também completamente desvirtuado das histórias originais do herói, apresentadas nos quadrinhos. Nesse filme, nosso Sentinela da Liberdade é apenas um ator (e há quem diga que também era desenhista publicitário) que gosta de rodar por aí em seu furgão, até que um dia sofre um atentado e é quase assassinado por espiões à procura de segredos de seu falecido pai.
À beira da morte, ele é salvo milagrosamente por uma misteriosa fórmula chamada FLAG que fora injetada nele, assim ele adquire uma tremenda força e reflexos impressionantes! Uma agência governamental então se manifesta e revela que o ataque dos terroristas aconteceu porque o pai de Steve Rogers (Reb Brown) era nada mais, nada menos que o Capitão AméricaSim, isso mesmo! Confuso? Pois é...
Para ajudá-lo a vingar-se do ataque dos espiões, eles o equipam com uma moto especial com várias armas, reformam seu furgão e lhe dão um escudo indestrutível (e transparente) à prova de balas, que pode ser jogado como uma arma ofensiva. Essa é a versão "motoqueiro acrobata" do Capitas e apesar dele ter usado por várias vezes motos da marca Harley Davidson em suas histórias em quadrinhos, aqui ele usa uma motinho esquisita cheia de parnafenálias, bem ao estilo das coisas fantasiosas que costumavam rolar nos seriados da época.

Essa produção deu origem a um longa metragem, chamado Capitão América II - Death too soon, outra pérola na vida do bandeiroso, que nos brindou com uma arriscada luta contra cães muito loucos para brincar e um terrível ataque explosivo de saco de farinha! Clique no link e confira!

Nesse caso, a única coisa igual e comparável aos quadrinhos, era a chamada inicial da série que continha o logotipo exato das revistas do Capitão América, porque o uniforme era de um ridículo sem tamanho! Principalmente por causa do capacete com asinhas! Fora as luvas e as listras no uniforme.

Uniforme legal mesmo é essa última versão que o Bucky tava usando:

Sou fã desse Capitão e acho que ele deveria continuar nas revistas, mesmo que o antigo já tenha voltado!

Eu torço para que o filme do Capitas seja legal. Pelo menos que caia nas graças de "não leitores de quadrinhos", que é a galera que dá bilheteria e dinheiro pra esses filmes. E tendo sucesso, é bem provável que teremos o filme dos Vingadores, que é o que me interessa ver. Caso contrário...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentaê

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...