Blogger templates

30 de jan de 2009

O mais novo herói nacional!

Vou aproveitando o Dia do Quadrinho Nacional que está acabando e deixar um post inaugural do mais novo herói nacional!
O Escalador!

Já falei dele aqui e aqui, porém defini há pouco tempo (na verdade, hoje no comecinho da noite) como seria suas histórias, sua personalidade, os personagens coadjuvantes e principalmente a "cara" do personagem.
Quem verificar os antigos links, vai ver que muita coisa mudou. O estilo do desenho mudou.
Passou a ser um pouco mais "sério". O uniforme oficial será esse mesmo.

E ele já está na fila da produção de histórias.
Sim, eu uso uma lista de projetos, se não me perco!
Val e Veteranos da Paz já estão finalizadas... pelo menos no nanquim. Agora são mais duas HQs antes de começar a fazer o Escalador. Provavelmente será quase no fim desse ano, em Setembro.
Mas os roteiros já estão prontos.

Por que estou postando isso agora, já que a HQ sai só daqui a alguns longos meses?
Ora, quer dia melhor pra estrear um personagem novo? Esse dia vai dar sorte!
Espero... =)

Submundo Mamão participa do Dia dos Quadrinhos Nacionais

Hoje (30/01) é o Dia do Quadrinho Nacional.

Essa data não foi escolhida à toa. Em 30 de janeiro de 1869 foi publicada a primeira história em quadrinhos nacional, chamada Nhô Quin e feita por Ângelo Agostini. Agostini foi um dos mais importantes ativistas abolicionistas e republicanos e também era "quadrinista"! É lógico que você sabe, pelo menos, que em sua homenagem foi criado um prêmio, certo? Já falei desse prêmio aqui.

O fato é que hoje, em comemoração ao dia, estão sendo publicadas algumas mostras de trabalhos de artistas nacionais pelo blog dos Quadrinhos de Paulo Ramos. Assim como no ano passado, o artista interessado manda um link de seu blog ou site, com uma arte e um resumo de seu trabalho e é publicado lá para que as pessoas conheçam um pouco mais das várias pessoas que trabalham arduamente (sic) em nome dos Quadrinhos Nacionais!

A triste e verdadeira, porém engraçada, visão dos quadrinhos nacionais!

Eu mandei o link aqui do blog, mas até agora não apareceu nada por lá! Fazer isso deve dar trabalho! Mas não importa... ontem e hoje rolaram bastante eventos pela cidade de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte e até aqui na cidade vizinha de Campinas.

Se você curte, comemore!!!

(atualizado em 31/01/09)
Tá lá um post sobre o blog. Foi postado hoje e é o n° 98. Como eu disse aí em cima e foi confirmado pelo próprio Ramos, realmente deu trabalho! Imagino que foi algo como o Porko Parade.
Simplesmente loucura!
Vi muitos trabalhos que me agradaram bastante e vou começar a acompanhar...
Legal essa atitude do Blog dos Quadrinhos, na figura de Paulo Ramos, em divulgar os trabalhos e fazer com que o Dia do Quadrinho Nacional se torne mais do que uma simples comemoração. E essa divulgação permanece por todos os outros anos!
Esse é um nome que votei ano passado pro prêmio Angelo Agostini, troféu Jayme Cortez, categoria essa que premia as pessoas que divulgam, produzem e/ou incentivam a produção de quadrinhos brasileiros, mas que infelizmente não levou. Aliás, acho muito estranho que certos incentivadores nunca levaram esse prêmio, me trazendo a velha desconfiança de que tem panela nesse fogo! =)

Um cara chamado Val no Quarto Mundo

Está sendo publicada à partir de hoje, dia do Quadrinho Nacional, no blog do coletivo Quarto Mundo, a história Revolução, do personagem criado pelo roteirista Vagner Francisco... o cara chamado Val!

Originalmente publicada em formato de minissérie entre as edições 10 a 13 da revista independente Areia Hostil, Revolução foi compilada num único volume, com um epílogo de bônus desenhada por Paulo Sbragi e publicada recentemente na revista Val #2. Lançada no ano passado a história trata de uma aventura vivida por Val quando ele cai no Limbo dos Heróis Esquecidos e descobre - da pior maneira possível - que só está lá porque sua revista não vinha vendendo muito bem. Isso é o suficiente para que ele resolva incitar uma verdadeira revolução, que pode decretar o fim do universo dos quadrinhos, como um todo, só para fugir desse Limbo e pegar o responsável por sua queda… o cara que o criou.

A história ainda conta com a participação especial de heróis clássicos esquecidos pelos leitores. Provavelmente por problemas autorais, esses heróis foram caracterizados sabiamente pelo desenhista Toni Francis de uma forma diferente, mas bem próxima do conhecido pela galera que acompanhou ou que já viu alguns desses clássicos heróis nacionais.

Vale a pena então dar uma conferida lá no blog do Quarto Mundo e acompanhar essa história que será atualizada provavelmente, todos os dias, mas se você prefere ter a revista em mãos, você pode entrar em contato com o Vagner aqui e pedir a sua por apenas R$4,00!

Ah! Por falar no Val, acabei de finalizar a arte-final para a história "Just Older" que será lançada na edição n° 4 da revista. Mais pra frente posto um preview dela por aqui!
É isso aí!

28 de jan de 2009

Tiras do Sumundo: O azar é seu!

clique para ampliar

Ou visite o Tiras Nacionais!
Essa é pro leitor Vitor, que deu sua sugestão para tira!

Para Ler: Desvendando os Quadrinhos

Já estou enrolando um tempo pra escrever sobre esse livro aqui. O tempo, sempre a falta dele!
Acabei de ler essa obra há pouco tempo atrás, e te digo; Desvendando os Quadrinhos de Scott McCloud é o livro para quem quer entender mais sobre quadrinhos!

Andei citando o livro Desenhando Quadrinhos que li no começo de 2008 por aqui e lembro que não entrei em detalhes sobre ele. É muito bom também, mas esse tem um tanto a mais... é esclarecedor.
Não é a toa que arrancou elogios de Neil Gaiman (Sandman) e Art Spiegelman (Maus).
Spiegelman disse que essa era a história em quadrinhos mais inteligente que já leu!

Comparando com outras obras que explicam a arte, eu arrisco ir um pouquinho além e dizer, guardadas as devidas proporções quanto a época em que foi escrito, a forma e o material contido, que esse livro chega a ser melhor que Quadrinhos e Arte Sequencial de Will Eisner. Que também estou lendo, não cheguei a terminar, mas acho que manterei minha opinião até o fim.
A forma apresentada em quadrinhos já é um destaque. Não sou preguiçoso para ler, mas facilita a vida de muita gente, além da explicação ficar muito mais clara.
Will Eisner também usou, um pouco menos, esse eficiente elemento em seu livro e ficou igualmente esclarecedor e genial!
Perceber a técnica por trás de algo que muita gente nem liga e que por muitas vezes passa despercebido até pra você que é devorador de quadrinhos, é algo fantástico!

Como disse Gaiman, esse livro serve para fazer com que muitos realizadores sejam levados à reflexão de como fazer quadrinhos melhores. Eu, com certeza tenho uma visão diferente agora.

Ali você aprende, além de desenvolver tiras, histórias e também como criar e trabalhar figuras e personagens, que você pode usar os próprios recursos dos quadrinhos, como o requadro, por exemplo, que pode ser utilizado como carga emocional para contar uma história.
Tinha uma leve noção disso, mas como disse antes, lendo as explicações (desses dois livros inclusive) você começa a ter outra visão das coisas.
Em 1995, a primeira edição de Desvendando os Quadrinhos ganhou o Troféu HQMix como melhor livro teórico publicado naquele ano, no Brasil.
Vale muitíssimo o investimento!

Para conhecer o site de Scott McCloud, clique aqui.

Se você não é ilustrador e/ou roteirista, mas gosta muito de HQs, Desvendando os Quadrinhos também irá te interessar, pois aborda o seu processo criativo e suas implicações na arte em geral, explica como as HQs apareceram e porque conquistaram rapidamente o gosto popular.

Nota:10!

23 de jan de 2009

Mais um preview de Val #3

Val n° 3 finalmente finalizada!
A HQ terá 36 páginas, capa colorida e formato A5. Isso tudo pela bagatela de R$ 4,00.
Essa acima é a capa da revista!
Com todos os roteiros assinados pelo criador do personagem, Vagner Francisco, a revista contém 5 histórias fechadas, desenhadas por cinco diferentes desenhistas!
Participam dessa edição, além de mim, Denis Pacher, Eliel D’Oliveira, Greifo e Orlando Maro.

Clique aqui e veja uma HQ-preview totalmente colorida.

Para reservar seu exemplar, basta enviar um e-mail: vagnerfranc@gmail.com.

No site do roteirista foram apresentadas algumas páginas contidas na revista. Compre a sua!
Apoie a HQ Nacional!

Photobucket

Viral de Watchmen

Videozinho viral do filme Watchmen.
O vídeo emula um noticiário dos anos 70 sobre o surgimento do Dr. Manhattan!

Acho bem legal esse tipo de propaganda que andam fazendo para os filmes. Os tais "virais".
Dá até uns bons extras para o DVD, depois. Curti toda a campanha para o filme do Batman: TDK, por exemplo, mas infelizmente boa parte do material não veio no DVD como extras... ainda.
Me parece que os extras desse filme vão ser bem legais e alguns estão garantidos, como o "Conto do Cargueiro Negro", só que este, em forma de animação.

22 de jan de 2009

Ilustra da semana #6

Esse belo desenho, retratando uma treta do Homem Aranha com seu inimigo Homem de Areia, foi feito por um cara chamado Guile, mas não encontrei nada sobre ele pra informar aqui. A não ser a impressão de que ele tirou a idéia para fazê-lo do último filme do Teioso.

O mais legal é que as cores foram feitas por outro artista, que já teve seu espaço uma vez aqui nessa coluna!
Sean Galloway. O cara que fez toda concepção do personagem para a série animada que recentemente está passando na Globo e no Cartoon Network!
Já fiz trampos assim também. Acho legal colorir desenho de outras pessoas. Assim você aprende com o traço delas também. =)

20 de jan de 2009

Animações Marvel

A Marvel sempre apostou em novidades e maneiras diferentes de divulgação de seus produtos.
Não seria diferente com os filmes.
Por isso disponibilizou no ano passado, pequenos episódios de um desenho animado feito em computação envolvendo seus maiores personagens, Homem Aranha, Homem de Ferro e Hulk!!!
Notícia velha eu sei, mas queria deixar registrado aqui!

1ª Parte:


2ª Parte:


3ª Parte:

Reforma Ortográfica

A reforma ortográfica taí. E já tem gente se descabelando por causa disso!
Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe são os primeiros países onde já está em vigor a nova ortografia. E ela deveria começar, também, nos outros cinco países que falam português (Portugal, Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor Leste). Mas eles ainda não ratificaram o acordo.

Parece que Portugal está hesitante. O que seria um problema pro Brasil, que fica um pouco sozinho nessa história toda. Geralmente os portugueses são mais espertos que os brasileiros. Eu disse espertos não inteligentes, tá? (ironia)

Eu acho que padronizar a língua nessa altura do campeonato é pura besteira. Não é nada legal saber que à partir de agora seremos um país com mais semi-analfabetos do que antes. =)
Só faltam agora querer padronizar nossas mulheres. Juro que se ver muita mulher com bigode, vou começar a desconfiar.

Se acaso vocês verificarem mais erros do que o normal nesse blog, agora nesse ano, não liguem tá? Estarei no processo de adaptação da ortografia durante uns... 5 anos ou mais! Who knows?

16 de jan de 2009

25º Prêmio Angelo Agostini - Resultado da votação

Saiu o resultado da votação do Prêmio Angelo Agostini, e a entrega dos troféus será no dia 14 de fevereiro as 13h, no Senac Consolação (Rua Doutor Vila Nova, 228, Cerqueira César - próximo à Rua da Consolação - São Paulo-SP).


Confira os premiados de 2008:


Melhor DesenhistaLaudo Ferreira Júnior
Melhor RoteiristaDaniel Esteves
Melhor CartunistaMarcio Baraldi
Melhor LançamentoMenina Infinito (Editora Desiderata)
Melhor FanzineQuadrinhos Independentes (Edgard Guimarães)
Troféu Jayme CortezColetivo Quarto Mundo
Mestres do Quadrinho Nacional: Emir Ribeiro, Deodato Filho, Mozart Couto, Sebastião Seabra, Sergio Morettini e Watson Portela


Olha, estou correndo serissímo risco de arranjar inimizades com esse post, mas francamente me encontro cansado de premiações desse tipo. Tô falando das que usam votação através do "júri popular".

Dessas onde você mesmo pode usar mais de um e-mail pra votar ou então convocar seus amigos pra votar em você, sem neuras, para se dar bem.

E isso é errado?

Não, até que não. Mas parece que perde o lance técnico, ou no melhor das hipóteses, honesto da coisa.


Eu mesmo não mando e-mail à rodo pra ninguém dizendo que estou concorrendo ou indicando pessoas que estão. Apenas a cédula pra ajudar na divulgação, assim como vários blogs ou sites fazem.

Até porque tenho pouca coisa publicada, mas enfim, isso não me impede em nada de participar da premiação.

Mas já ouvi boatos de gente que faz isso desde a época que as cédulas de votação eram mandadas pelo correio! Pura propaganda eleitoral! =)

Nah! Acho que a lembrança do leitor que não participa disso vale muito mais.


Premiação no estilo Angelo Agostini é assim. E sempre houveram aqueles que levantaram essa bandeira de não aceitar ela como é. Que levantaram dúvidas sobre seus meios e que se sentiam enganados ou desiludidos.

Agora, não pense que é minha vez de levantá-la não, só estou analisando os fatos e deixando minha opinião de que existem grandes nomes que ficaram de fora em certos casos. Infelizmente!

Mas é aquela coisa né... votação é votação e não significa que necessariamente tem que ser como você pensa no final.


Me sinto a vontade em falar isso porque não estava concorrendo. Então, não fica parecendo que estou aqui chorando as mágoas, como sei que muita gente está.

Não estou aqui dizendo que a premiação seja uma total enganação, porque não é. Todos nós sabemos como ela funciona antes de mais nada. Mas mesmo assim, sei que bate frustação. Porque depois tem gente que arrota o resultado por aí, como se fosse um pusta reconhecimento nacional e não por maioria de votos amigos! E na maioria das vezes, é isso aí...


Correto pra mim, é o Prêmio Eisner onde você tem que mandar trabalhos seu para uma comissão de profissionais da indústria de quadrinhos, incluindo criadores, editores, divulgadores, distribuidores e até varejistas, os vendedores de comics shops, para avaliação! Guardadas as devidas proporções entre as premiações, lógico!


Uma coisa que abomino nos quadrinhos são as famosas panelinhas.

E existem grupos que intituiram isso nos quadrinhos há um tempo atrás e agora novos grupos nascem e continuam com isso.


Tem muita gente boa aí que não está sendo lembrada por essas e outras.
Isso pode acabar afunilando o investimento em quadrinhos quando você não pertence a certo grupo.
Todo ano o mercado nacional de quadrinhos, ou melhor dizendo das artes, cresce em profissionais e produtos, mas é engraçado como sempre os mesmos nomes todo ano se repetem...

Seria incapacidade e incompetência desses "Lobos Solitários"?!

15 de jan de 2009

Bizarros!

Ontem foi um dia meio corrido e não pude atualizar o blog. E tinha uma novidade legal...
É que ontem foi o dia em que saiu meu desenho lá no blog mais nerd e sarrista da internet, os Melhores do Mundo.net!!! Foi na Galeria #145.
A intenção do desenho, além de fazer uma propaganda safada da próxima webcomic dos MDM, conforme dito aqui quando participei da galeria número 100, foi fazer uma paródia da capa do Superman #73, na qual mostra as versões bizzaras dos heróis da DC! Essa aqui em baixo.

Aliás, taí uma boa pedida de leitura!
Escrita por Geoff Johns e Richard Donner e desenhada pelo grande artista Eric Powell, a história mostra Superman e seu pai, Jonathan Kent, enfrentando estranhas versões de heróis como a Liga da Justiça, conhecidos próximos como Lois Lane, Jimmy Olsen e Perry White e os vilões Lex Luthor e Apocalypse, depois de terem sido feitos prisioneiros no Mundo Bizarro.

Fuga do Mundo Bizarro (partes 02 e 03) é divertida. Além de uma dose maior de ação, temos a origem do Mundo Bizarro e seus estranhos habitantes. Além de uma Liga da Justiça hilariante!

Apesar da evidente pegada humorística, caracterizada aí pela Liga, a aventura também conta com uma considerável carga dramática, principalmente quando se concentra em Bizarro, que aqui não pode ser considerado apenas como um vilão.

Eric Powell, o criador de Goon, mais uma vez está de parabéns pelos desenhos únicos! Até a capa ficou massa!
E considerando isso e vendo que existem "heróis" brasileiros bem ao estilo dessas figuras caricatas, é que tive a idéia de fazer esse desenho em homenagem aos meus camaradas lá da terra do Cristo Redentor.

Agora, conselho de amigo... esqueça o restante da revista! Mesmo curtindo os desenhos de Phil Hester, a última história é apenas pros fãs saudosistas do Homem de Aço! Apenas mais uma história do cotidiano do Azulão ao estilo "anos dourados".
Nem vou perder tempo falando sobre a aventura da SuperGirl. Só uma palavra me vem a mente: Weird!

13 de jan de 2009

ThunderCats, Hooooo!

Lion-O* e seu complexo de "espada pequena"

Cara,
ThunderCats era massa...
Passei boa parte da infância assistindo e brincando de ThunderCats! Lembro de ter feito uma boleadeira com barbante e aquelas borrachas verdes de escola, para imitar o Tygra**, meu Thundercat preferido!
Quando minha mãe vinha me cobrar para ir estudar, eu rodava a boleadeira como o Tygra fazia para ficar invisível e achava que eu realmente sumia! =)
Eu ficava quieto e encolhido por uns momentos olhando pra ela, e ela dizia: "Não ouviu, moleque? Por que tá com essa cara de bobo?"
Hahahahahahaha!

Fiz esse desenho de cabeça e não sabia se os uniformes estavam exatamente como os originais, mas o que vale é a intenção! Fiz o Panthro*** depois e joguei no meio aí porque também curto esse personagem. Os outros não estão aí, mas você deve lembrar dos irmãos Willycat e Willykit, daquele gato chato do Snarf e principalmente da gata Cheetara.

ThunderCats
foi uma série de animação produzida por um grupo de estúdios japoneses em 1983, que só aportou no Brasil em 86.
Baseado nos personagens criados por Tobin "Ted" Wolf, a animação teve 65 episódios iniciais, seguido de um filme intitulado ThunderCats - HO! em 86. Depois rolaram mais episódios, até a quarta temporada, que terminou em 1990...

Também foram produzidos uma série de histórias em quadrinhos pela Marvel (tenho scan disso e é muito legal) entre 85 e 88 e mais duas outras séries pela Wildstorm e Dc Comics, inciadas em 2003.

Recentemente, no Brasil, a Panini lançou as revistas em quadrinhos, com a continuação da série, em formato americano, com excelentes trabalhos artísticos de roteiro e desenho. Foram lançadas 25 edições memoráveis, com conteúdo adulto e batalhas titânicas entre novos personagens, o que agradou muito os fãs da série. Após o sucesso das novas revistas e das adaptações de desenhos e quadrinhos para o cinema, está confirmado o lançamento de um filme live-action para 2010.

* Lion-O é o líder dos ThunderCats que moram no terceiro mundo e lutam pela ordem e justiça. Sua poderosa espada justiceira possui o poderoso "Olho de Thundera", símbolo maior que representa o seu lema: justiça, verdade, honra e lealdade. Ela é utilizada para chamar os outros Thundercats, proporciona a "visão além do alcance" para ver o que se passa a grandes distâncias, além de mostrar se há alguém em perigo e também dispara poderosíssimos raios. Lion utiliza-se também do escudo-garra , que se encaixa em sua mão esquerda para ser utilizado como escudo ou atirar as unhas ligadas a fios super resistentes. Devido a um defeito em sua cápsula de estase, Lion-O passou de garoto a um adulto em sua viagem pelo espaço.

** Pertencendo à linhagem dos tigres de Thundera, Tygra é um dos mais poderosos e versáteis Thundercats. Calmo e racional, Tygra é o cientista do grupo além de ser um experiente arquiteto. Foi ele quem projetou a Toca dos Gatos, incluindo todos os sistemas de computadores, redes elétricas e geradores de energia. Seus conhecimentos vão desde arquitetura e engenharia até química e ciências biológicas. Sua arma é uma boleadeira e tem a capacidade de ficar invisível. Seu ponto fraco é a água, uma vez que não sabe nadar.

***Panthro é mais um integrante dos ThunderCats, representando uma pantera negra na linhagem Thunderiana. Panthro é o que possui a maior força física no grupo e é mestre em artes marcias, além de ser também especialista em mecânica e tecnologia avançada. Entre suas criações, destacam-se: o veículo de combate ThunderTank; a nave espacial utilizada nas aventuras espaciais Feliner; as pranchas dos personagens Willykit e Willycat, entre outras coisas. Além de seu nunchaku em forma de garras felinas, usa uma espécie de suspensórios de onde saem espigões que também são utilizados como armas.
Seu ponto fraco é o medo de morcegos.

12 de jan de 2009

VAL - O Cara

Lembra quando eu falei aqui e aqui sobre uma nova história do Val desenhada por mim?
Pois é, ela ganhou sua versão para internet. Uma webcomic colorida do "cara"!

Clique aqui para vê-la.

Além da versão "monocromática" impressa, Val #3 vem com força total, pois conta com grandes talentos do quadrinho nacional independente! Então, não perca tempo e reserve a sua!

Wolverine - o Filme

Esse ano será, sem dúvida, um ano de filmes muito esperados. Além de algumas animações que me parecem bem legais (vou comentar sobre isso num post futuro) temos Watchmen, do qual eu já comentei por aqui e pra mim, o mais esperado, "X-Men Origins - Wolverine".

Sou fã do personagem desde moleque, depois de ter lido uma mini-série dele escrita e desenhada por Frank Miller, e apesar de não estar curtindo nada sua atual fase de mutante onipresente na Marvel, tô depositando uma confiança aí nesse filme que vai tentar mostrar entre outras coisas sua origem.

Meu medo é justamente esse. A mini Origens não foi lá grandes coisas para mim. Não cheguei a odiar, mas também não amei nem um pouquinho o contexto, nem o final da história.
Ainda acho que o melhor é o cara ser o canadense chamado Logan que não se lembra de nada de seu passado além de "flashes" dos quais não sabe até onde podem ser verdadeiros.
Esse é o legal do personagem, ele não saber quem é ao certo.


Nem sei se ele atualmente sabe, ou como ficou sabendo, sobre seu passado.
O importante que a película taí pra mostrar isso!

Pela sinopse se sabe que além da origem, onde mostra um Logan (ou James Howlett, como preferir) molequinho descobrindo as garras, o filme vai contar a história do passado violento de Logan, seu complexo relacionamento com Victor Creed, o Dentes de Sabre e o sinistro programa Arma X, que lhe conferiu o esqueleto coberto de adamantium. Além de mostrar seu relacionamento com sua esposa, Raposa Prateada, morta por Creed.

Ele cruzará no filme com outros mutantes, tanto conhecidos como novos, incluindo aparições surpresa de personagens do universo X-Men.
No trailer abaixo podemos ver Blob, Deadpool, Tempestade e o francês preferido da Vampira e da mulherada nerd, o Gambit!

A bizarrice fica por conta da participação de Dominic Monaghan (O Hobbit Merry de "O Senhor dos Anéis") que vai fazer o mutante bucha Bico. Por quê bucha? Ora, o personagem não tem poderes, usa apenas um bastão pra se defender, tem cara, bico e asas de pássaro... mas o grande problema é que ele não consegue voar, pois elas são atrofiadas.
Ah, vá...! Põe aí então um Noturno pra contracenar uma ceninha que seja com o Wolvie, pô!
Ficaria melhor e mais próximo do que a gente tá acostumado, pois eles foram parceirões de goró numa grande fase dos mutantes lá nos idos de mil novecentos e... não interessa.


X-Men Origins - Wolverine tem Hugh Jackman no papel principal, o roteiro é de David Benioff ("A Última Noite") e direção de Gavin Hood ("O Suspeito").
Estréia no Brasil em 30/04/2009.

9 de jan de 2009

Tiras do Sumundo: O azar é seu! #4

clique na tira para ampliar

Eita, p*rr@! Cara mais azarado!!!

Subversos # 3 para Download!

Olá!
Saiu o terceiro número da Subversos para download! Não perca tempo e baixe a sua!
Essa edição tá bem legal.

Vou começar à disponibilizar essa e outras histórias por aqui semana que vem.
O Wordpress é muito bom quanto ao controle de visitação, estatísticas, etc, mas dá uma dor de cabeça tremenda quando o assunto é postar desenhos. Geralmente o arquivo não abre numa aba maior e dificulta a visualização.
Sei que existe o ComicPress, próprio para a divulgação de quadrinhos, mas não consiguo baixar, instalar ou saber a razão de ter que comprar o programa, sendo que é apenas um template diferente.
Se alguém aí souber o caminho das pedras nessa questão, agradeço a ajuda, antecipadamente.

Então é isso, semana que vem tem posts com quadrinhos!


8 de jan de 2009

Crossover! Homem-Aranha encontra com o Super-Obama!

Fonte: Redação Terra


O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, é um dos personagens da edição de janeiro da revista do Homem-Aranha. A edição nº 583 terá duas capas diferentes, uma delas traz o democrata com o super-herói ao fundo dizendo "se você pode estar na minha capa, eu posso estar na nota de dólar"?

Na segunda capa, Barack responde: "Só se você fizer um pacto com o demônio." Nada. É mentira! He,he,he.

O editor-chefe da Marvel, o Gordo Quesada disse que quando soube que Obama era colecionador das revistas do Homem Aranha, ouviu um som estridente de caixa registradora... digo, achou que essas duas figuraças deveriam se encontrar para por o papo aranha em dia!

De acordo com o Los Angeles Times, outros presidentes marcaram presença nas revistas de super-heróis, como John Kennedy, que apareceu nas páginas do Super-Homem antes de ser morto em 1963 e Richard Nixon em publicações do Quarteto Fantástico, do Incrível Hulk e, quem não se lembra, de Watchmen.

Obama também apareceu durante a campanha posando ao lado de uma estátua do Super-Homem na verdadeira Metropolis, em Illinois e foi modelo para essa ilustra responsa de Alex Ross!

É, parece que os americanos vivem do "glamour" da cultura pop até o talo!!
Cada um tem o presidente que merece, certo? Felizes são os brasileiros que têm um presidente que também curte um melado de cana...

Aprenda com o tio Batman



Olha só que interessante... tava dando uma olhada na página principal do site responsável por um dos milhares de e-mails que tenho (ahaha, numa época isso era verdade!) e me deparei com uma notícia deveras instigante!
O jornalista Cláudio Pucci assina uma matéria para a coluna de beleza e bem-estar para homens (???) onde cita nosso amigo Bátema como um bom exemplo a ser seguido pelos garotos, em várias situações, inclusive no ambiente de trabalho.
Antes que você resolva achar estranho o lance aí do site, saiba que também achei. Afinal de contas, que eu saiba homem, homem mesmo, só liga pra futebol, cerveja e mulher. E não exatamente nessa ordem.
Apesar disso estar numa página meio suspeita (será estigma do personagem ser confundido toda hora com os amantes da bandeira de arco-íris?) achei a matéria excelente!
São os quadrinhos mostrando que existe sim coisas boas para passar para as pessoas, como valores e direcionamento!

 
São as Dez coisas que você deve aprender com o Batman!
Transcrevo agora a matéria na integra.


O Homem-Morcego completa 70 anos em maio deste ano e, assim como acontece com o Superman e a Mulher-Maravilha, é publicado ininterruptamente desde sua criação.
E, com os filmes do diretor Christopher Nolan, está mais atual do que nunca. Já que o personagem entrou para a mitologia contemporânea, que tal aprender algumas coisas com o morcegão?

1. Traumas podem te dar um objetivo Seja perdendo o emprego, tomando um pé da namorada ou vendo seus pais serem assassinados na sua frente quando você tinha 10 anos de idade, alguma coisa você tem que tirar para dar um novo rumo à sua vida. Santa missão! Que seja algo produtivo!

2. Prepare-se antes com os melhores Bruce Wayne foi estudar inúmeras técnicas diferentes para poder combater o crime antes de vestir o uniforme. O mesmo você deve fazer se vai se aventurar em algo e realmente quer cumprir seu objetivo. Fale com especialistas, freqüente cursos e pratique antes de começar o trabalho.

3. Tenha um crítico ao seu lado Batman tem Alfred para acudi-lo nas necessidades, mas o mordomo inglês não poupa o sarcasmo para apontar onde seu patrão pisa na bola. E aí cabe a importância do verdadeiro amigo: nem sempre falar coisas que você quer ouvir, mas estar alerta para ajudá-lo numa necessidade.

4. Alianças são importantes. Especialmente com poderosos O Homem-morcego mostrou ao Comissário Gordon que pode contar com ele para manter Gotham em ordem e agora o policial é seu grande aliado. Assim, é recomendável que você deixe muito claro a quem manda no negócio a sua total disposição para ajudar a realizar uma meta comum, ao invés de querer a glória somente para sua pessoa.

5. Cuidado para não criar seu inimigo Nas histórias em quadrinhos, Batman inadvertidamente foi responsável pelo Coringa se tornar um vilão desalmado. E o mesmo pode acontecer a você se não prestar atenção ao que fala ou até mesmo às conseqüências dos seus atos. Mesmo quando não for intencional, ter um inimigo é para sempre.

6. Tenha um refúgio Você não precisa encontrar uma mansão com uma caverna embaixo para isso. Estando no trabalho ou em casa, passe algum momento sozinho no seu canto, refletindo sobre sua missão, encontrando soluções ou relaxando um pouco. Se conseguir colocar uma moeda gigante e um dinossauro eletrônico no lugar, melhor ainda.

7. Quer um parceiro? Que seja alguém como você! Robin é órfão assim como o Batman. Robin quer distribuir sopapos assim como o Batman. Robin gosta de roupas ridículas assim como o Batman. Se você tem uma meta a cumprir, cerque-se de gente que tem os mesmo objetivos que você.

8. Use seu dinheiro com o que você gosta Wayne é multimilionário e torra sua grana para sair vestido de rato voador, num carro que só ele tem e com gadgets de impressionar James Bond. Tudo isso porque ele curte o papel de paladino da justiça! É para isso que o dinheiro serve. Para você se sentir bem com ele.

9. A dupla identidade funciona Ninguém precisa saber que você curte aventuras sexuais vestido de Pato Donald e acompanhado de um aspirador de pó. Certos detalhes da sua vida pessoal, especialmente no que concerne ao ambiente profissional, podem ficar escondidos. Faça, porém, como o binômio Bruce e Batman: busque a excelência nos dois lados de sua personalidade.

10. A Mulher-Gato detona! O que você prefere: uma menina santinha e recatada ou uma que ronrona e ainda usa roupa justa de couro? Batman fez a escolha dele. Faça a sua!

Uia!

7 de jan de 2009

Para Beber: Chum-Churum

Tá, parece zueira ou nome de brincadeira de criança. E dependendo de sua tosquice, pode até ser o apelido carinhoso (?!) daquela parte que você mais gosta na sua namorada...
Mas estamos falando de uma bebida Coreana chamada Chum-Churum!
É um fermentado destilado alcoólico de cereais feita com 100% de água alcalina e pura.
Dilíça!
Lembra bem saquê. Aliás, eu acho que é uma espécie de saquê.

Comprei no bairro da Liberdade em SP.
Taí a dica! #Hic!#

Para Ler: Filósofos em Ação!

Faz alguns meses que li esse livro, porém não resisti e li novamente por esses dias.
Outra boa pedida de leitura para esse ano: FILÓSOFOS EM AÇÃO VOLUME 01 de Fred Van Lente (texto) e Ryan Dunlavey (arte).

Essa premiada série retrata os nomes importantes da Filosofia com humor e se utiliza dos elementos dos quadrinhos (!) para contar essas histórias. Nesse primeiro volume, são 9 grandes pensadores.
Platão, Bodhidharma (famoso patriarca da escola Dhyana do Budismo), Friedrich Nietzsche, Thomas Jefferson, Santo Agostinho, Ayn Rand (ou Alyssa Rosenbaum), Joseph Campbell (ele mesmo! Quem é nerd sabe quem é esse cara) e os grandes amigos e depois desafetos Sigmund Freud e Carl Jung foram os escolhidos para estrear a coleção de três volumes.
Ainda não há nenhum sinal de lançamento das outras duas HQs que compõe a série aqui no Brasil.

O roteiro de Van Lente é repleto de humor escrachado, e retrata os filósofos com suas peculiaridades e fraquezas, mas não deixou de mencionar, muito bem, suas teorias e pensamentos. O desenhista Ryan Dunlavey deu uma mancadinha só, fazendo parecer que alguns quadros foram feitos descompromissadamente, mas olhando atentamente, no geral foi muito competente, fazendo a arte casar bem com o roteiro, mantendo o clima descontraído proposto.
A grande surpresa são alguns elementos de quadrinhos de super-heróis e "homenagens" que rolam durante o livro inteiro.

Filósofos em Ação faz seu papel educacional muito bem e ainda diverte!
Putz! Quem dera ter livros assim na minha adolescência! Leria muito mais coisa!

Curti bastante esse livro, pois meus filósofos preferidos estavam lá e ainda passei a curtir os outros também! Nietzche está fantástico, Bodhidarma está espetacular e Jung está matador! =)
Destaco também o fechamento do livro com o brilhantismo do herói, do mito... Joseph Campbell!!! Recomendo!

FILÓSOFOS EM AÇÃO VOLUME 01
Fred Van Lente e Ryan Dunlavey
Gal Editora, 100 págs, R$ 29,90 (
nos sites da Editora Europa e na Banca 2000, se não me engano, está mais barato).

Você pode ver um preview do livro aqui, só que está em inglês!

Agora é especular se Fracasso de Público, de Alex Robinson (vencedor do Eisner e indicado ao Harvey Awards) e Três Dedos, de Rich Koslowski (HQ que tira uma onda com o mundo do entretenimento Disney) apresentadas no final do livro, valem a pena ler.



Fonte utilizada para essa notícia: O Grito!

6 de jan de 2009

Guerreiro Viking

Olá, primeiro post que faço em 2009 que contém um desenho feito nesse ano!
Aliás, dois...


Ultimamente tenho visto bastante material relacionado às chamadas "Fantasy Arts".
Sempre curti mitologia. E de vez em quando faço alguns desenhos relacionados a esses "seres estranhos", como um Centauro ou um Pan, ou até monstros, bravos guerreiros, elfos, anões, orcs, dragões (meus preferidos) e guerreiras semi-nuas (na verdade não curto tanto assim dragões...).

A bola da vez é esse Guerreiro Viking que originalmente era pra ficar só no lápis, mas aí resolvi traçá-lo (no bom sentido) em nanquim. Vi que talvez ficaria bom se pusesse umas cores, e aí está!

Agora, calma lá!
Sei que os vikings não podem ser considerados como apenas mitos, pois os normandos realmente estiveram por aqui na era medieval e exatamente por isso, podemos jogá-los nesse caldeirão das "artes de fantasia".

Foi na Era Medieval que surgiram várias histórias sobre figuras estranhas e por isso que os povos e crenças dessa época são usados até hoje para se contar uma boa história mitológica.
A cultura e crenças dos vikings sempre favoreceram isso, pois eles não eram cristãos e acreditavam em vários deuses ligados à Natureza. Odin era a maior divindade e seu filho, Thor, o deus do trovão (sim, aquele que também foi usado pela Marvel) um dos deuses cultuados por este povo!

2 de jan de 2009

Para ler: Che - Os últimos dias de um herói

Uma grande pedida nesse início de ano é começar bem, lendo um livro ou uma HQ bem legal.
Eu acho que já alcancei esse objetivo, pois acabei de ler de uma só vez, essa fantástica biografia em quadrinhos a respeito de Che Guevara!

Após 40 anos de sua publicação original, a obra chega pela primeira vez ao Brasil por meio da Conrad.


Lançada originalmente em 1968 na Argentina, apenas três meses depois da morte do guerrilheiro nas selvas da Bolívia, teve papel essencial na popularização de Che como herói latino-americano. Sua produção reuniu os dois principais nomes da história dos quadrinhos no continente: o roteirista argentino Hector Oesterheld e os desenhistas uruguaios Alberto Breccia e seu filho Enrique.
Ambos desenhistas são adeptos a técnica de luz e sombras, mas fiquei realmente impressionado com os traços do pai, Alberto Breccia que conseguiu trazer com perfeição os traços de Ernesto Guevara nos desenhos.

Che - Os Últimos Dias de um Herói









Ele conseguiu tirar elogios até de Frank Miller!! Depois de ler essa obra dá pra imaginar que, com certeza, Miller deve ter estudado muito os desenhos de Breccia.

Essa história fez tanto sucesso na época que deu início a uma terrível perseguição política aos autores. Poucos meses depois de lançada, a editora que a publicara foi invadida, o estoque da obra e seu originais foram sequestrados e destruídos. Em 1973, o livro foi proibido.
A perseguição culminou, em 1977, com a prisão, tortura e assassinato, pela Ditadura Argentina, de Oester
held e suas quatro filhas. Uma história que chocou a Argentina e o mundo.

Numa entrevista à um jornalista italiano, um oficial do exército argentino, confessou que deram um sumiço em Oesterheld, "...por ter feito a mais bela história de Che Guevara já escrita".
Realmente é uma obra-prima, que me instigou a conhecer um pouquinho mais desse médico e professor revolucionário que queria consertar o mundo, e por isso morreu! As enfermidades que Che queria curar não era a tifo, malária ou lepra, mas na verdade a fome, exploração e a injustiça!

Recomendo a leitura!

Leia um trecho aqui.

Che - Os Últimos Dias de um Herói tem 96 páginas, capa dura, formato 21 x 27 cm e preço em torno de R$ 34,90.

Hellboy #3

Essa ilustração muito louca é de um cara chamado Imbong Hadisoebroto (é, esse é o nome) que é um desenhista muito bom lá da Indonésia! Até onde eu sei é mais um desconhecido com talento, assim como a maioria que conheço...
Conheci ele e seu trabalho pelo Deviantart. Fico impressionado com tantos talentos que podem ser encontrados lá!

Achei esse desenho tão bom, que resolvi pedir permissão para pegar, colorir e postar aqui no blog.
Ficou bom, né?!
Espero que ele também curta as cores!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...