Blogger templates

11 de fev de 2010

Assista! Tekonkinkreet

Fiz um post bem parecido com esse 2/11/2007, num outro blog que eu tinha, mas recentemente assisti a essa animação de novo e não podia deixar de recomendá-la mais uma vez. Só que agora por aqui...
Para mim já virou um clássico assim como Akira!

  
Tekonkinkreet (tekon kinkurito) é uma fantástica animação japonesa dirigida por Michael Arias (um inglês naturalizado japonês) lançada e distribuída em 2006 pela Sony Pictures.
A história desse longa-metragem de 100 minutos de duração, é sobre dois garotos órfãos, com personalidades bem diferentes, que vivem na Cidade do Tesouro. Um tem o espírito puro e inocente (White); o outro é uma força bruta da natureza (Black).
Num dado momento do filme eles descobrem que, apesar das diferenças, eles se completam e que a separação entre os dois é mais dura do que imaginavam.
  

Ambos tentam controlar seu território, cada um a sua maneira, até que uma organização chamada Kiddy Kastle entra no jogo com intenção de colocar ordem e dominar a cidade.
O vilão é bem aterrador, uma espécie de humano com a fuça de um demônio, que tenta através de seus 3 capangas alienígenas, acabar com os dois garotos.
Além de se envolverem também com a Yakuza e a polícia local, eles têm que conviver com seus dilemas, principalmente Black (Kuro) que se aborrece em ter que cuidar de seu irmão sonhador White (Shiro) de 11 anos, que se comporta como uma criança de 5, enquanto tem que cuidar de sua área. Mais tarde, ainda enfrenta o temor de estar perdendo o controle e a sanidade. Essa parte onde ele enfrenta o Minotauro é muito louca!

Baseado num mangá originalmente batizado de Black and White, a história traz bastante filosofia (por conta do pequeno White) além de muita ação (por conta de Black).
No meu entender, percebi uma forte analogia com a filosofia do Yin e Yang, duas forças opostas mas que não podem se separar sem gerar um desequilibrio.


Os cenários do desenho são de uma beleza à parte. Toda vez que vejo esse filme, fico impressionado com o nível de detalhes dos cenários e da movimentação dos personagens nele.

Esse mangá foi publicado no Brasil pela Conrad, em 3 volumes,  os desenhos não são iguais, mas são bem legais também.
Aliás, virei fã do traço desse anime.

Tanto que reproduzi uma das cenas do filme nesse desenho:
Aqui você vê como foi feito o desenho num passo-a-passo bem simples.

Outra coisa que vale a pena ver é a produção do filme…muita gente não imagina o trampo que dá fazer um filme desses. Por conta de prazos, deu pra perceber que o filme foi feito literalmente de suor e lágrimas!
Recomendo!



Nota: 10
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentaê

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...