Blogger templates

12 de set de 2008

Dose dupla: Wolverine

Falando ainda em Duane Swierczynski, o cabra tá fazendo uma história também pro peludão canadense chamada Wolverine: ROAR.
A história, segundo ele, é de um terror visceral e diz que o velho carcaju deve dar graças a Deus que ele pode regenerar partes de seu corpo.

Como assim graças à Deus? O Wolverine, assim como eu, não é budista?

A arte da bagaça é do brasileiro Mike Deodato e tá bem supimpa!

Outra notícia sobre o Wolverine é que numa dessas edições caça-níqueis + caça-novos-leitores (Wolverine:Origins#28), onde o mote é seu passado, ele, em compania de seu filho (?!?) Dakken, sai em busca de memórias perdidas e é mostrado novamente pela trilhonéssima vez, lutando contra o Hulk e Wendigo.
Eu acho até que essa história é interessante (a original), porque foi o ínicio do personagem e tal, e espero que essa nova esteja boa tanto no desenho (o que não é muito difícil em relação ao desenho da primeira) como no roteiro (aí eu acho difícil).

Mas pegando como exemplo esse fantástico desenho aqui em cima, que também é do Deodato, nem dá pra entender o que acontece dentro da revista em alguns momentos.
Vi que alguns desenhos dele na revista, não correspondem a minha expectativa, com um Wolverine meio torto, com a anatomia meio tosca, posições corporais estranhas... estranho!
Assim como o fato de ter mais uma decaptação do Dentes de Sabre e o fato desse filho aí no meio da parada!


Dakken

Preview da história

Cara, eu curtia muito Wolverine na adolescência, mas começaram a expor muito o personagem, tornando-o um onipresente foderoso nas revistas da Marvel, com mania de acolher criancinhas pentelhas como a Jubileu, se tornou um ex-fumante e um ex-beberrão, aumentaram sua capacidade de cura num nível absurdo, onde ele podia se regenerar a partir apenas dos ossos e tudo isso só por causa de malditos milhões de dólares! =)

A cada dia, tô vendo que é mesmo um personagem para adolescentes com vontade de porrar o mundo e feito, ultimamente, por roteiristas medíocres!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentaê

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...