Blogger templates

30 de abr de 2007

Por Dentro Do Simbionte

Porque o Homem-Aranha trocou de uniforme?
Porque o preto?
Como o Aranha conseguiu esse uniforme?
Peter Parker é Emo?
.
Se essas são as pergunatas que você ultimamente anda fazendo antes de assistir ao terceiro filme do Homem-Aranha, é porque com certeza você não é um desgraçado de um nerd ou não curte tanto assim o Amigão da Vizinhança ou então não estava nesse planeta nesses últimos 21 anos (caraca faz tempo!)
.
.
Tudo começou na saga Guerras Secretas (publicadas originalmente nos EUA nos anos 84/85 e no Brasil em 1986, em 12 partes, pela Editora Abril). Um ser extraterrestre super poderoso, uma entidade chamada Beyonder resolveu criar um planeta – provavelmente em um dia de tédio – e reuniu lá os heróis e vilões do Universo Marvel para duelarem.
.
O prêmio ao grupo vencedor seria a realização de seus desejos ou algo assim.
.
A história é muito boa, acreditem, mas o desenrolar dela não vem ao caso. O fato é que em determinado momento o uniforme do Homem-Aranha rasgou e, como ele não teve tempo de levar uma muda de roupa para o planeta de Beyonder, ficou em situação bem complicada. Foi quando ele achou uma máquina e, ao acioná-la, fez surgir um uniforme novinho, negro com a aranha estilizada no peito, em branco. O uniforme era ótimo: não rasgava (ideal para batalhas em outro planeta), mudava de aspecto apenas com a força do pensamento de nosso herói e ainda fabricava a própria teia.
.
Como o Aranha não era bobo nem nada, resolveu continuar usando o uniforme negro quando voltou para a Terra. O que ele não sabia era que na verdade o uniforme era um ser vivo, um simbionte, que tentava dominar o organismo que o hospedava. Após dezenas de reviravoltas que não vêm ao caso, o herói apenas conseguiu se livrar do organismo extraterrestre após descobrir que este era vulnerável a altas freqüências de som. Em uma igreja, fez um sino tocar bem perto de seu ouvido, ficando livre do organismo simbionte e ganhando uma baita dor de cabeça.
.



Humm...sei.

.
Onde Eddie Brock, o Venom, entra nessa?
.
Numa história (aliás uma dessas que hoje são consideradas cult) publicada pouco depois de Guerras Secretas, O assassinato da Capitã DeWolf, Brock, um ambicioso repórter do Clarim Diário, divulgou erroneamente sobre quem era o o assassino da capitã, também conhecido como Devorador de Pecados, e logo depois, essa história foi desmentida pelo Homem-Aranha.
.
Eddie ficou desorientado com o fim de sua carreira e nutriu, além de uma patológica vontade de se matar, um ódio mortal pelo aracnídeo. Um dia, para pedir perdão por suas ações e sentimentos, ele entra em uma Igreja (adivinhem qual) onde uma sombra surge e simplesmente o envolve e... bom, agora você pode assistir ao filme tranquilo.

.


fonte utilizada: site "hedonismos"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentaê

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...