Blogger templates

1 de mai de 2007

O Clã dos Taturanas


Dia desses estava fazendo uma pesquisa na internet sobre as roupas e aparatos de ninjas e samurais, para entender mais esse universo marcial e a cultura oriental, coisas que quero tratar na HQ que estou produzindo, como já havia anunciado aqui.
e por acaso, por acaso mesmo, digitei as palavras “taturanas samurais” na busca do Google e o resultado me surpreendeu!
Veja o que achei:

“Taturanas Samurais:
Para a maioria vai soar como novidade, mas para aqueles que estavam mais envolvidos no projeto de criação das Tartarugas Ninjas sabe que, na verdade, a primeira idéia era que elas fossem Taturanas para terem poderes, como queimar e, não ninjas, pois algo tão sem honra poderia incentivar as crianças para o lado errado.

.

Surgiu assim o conceito das Taturanas Samurais.

.

Picasso, Dali, Munch e Canavajo. Personalidades parecidas com a dos tartarugas conhecidos, mas um pouco mais sombrias.

Munch e Dali brigavam muito entre si. Picasso era drogado que vivia deixando o grupo na mão enquanto Canavajo acabara ficando como o alívio cômico. A abertura da série seria uma obra a parte. Cada trecho da abertura apresentaria um personagem e cada apresentação seria pintada no estilo de cada personagem. O senhor feudal deles seria um Jacaré.


A idéia toda ia muito bem até começarem a pensar mais pra frente e se questionar de como seriam feitas as armaduras nos filmes. Isso já fez eles começarem a desistir da idéia.


Fora isso, idéia também foi vetada quando mandada do Japão para os EUA. Acharam que as crianças não cresceriam saudáveis assistindo essa série.


Outros disseram que a Igreja preferiria se DaVince e Michellangelo seriam melhores opções. Por um motivo ou por outro, as Taturanas samurais não chegaram a virar uma série e perderam espaço para suas primas pobres, as Tartarugas ninjas.


Prometo achar alguns desenhos da série e postar aqui.”

Agora, não lembro do blog que publicou isso, mas também não vem ao caso...


Bom, pra vocês entenderem melhor, esse foi o segundo nome dado ao Clã das Taturanas de Fogo.

Personagens que eu criei há uns 15 anos atrás.
Na época as Tartarugas Ninjas estavam bombando e tive a brilhante e original idéia de fazer um grupo, primeiramente composto de três meninos, chamados de Taturanas Ninjas, que ganhavam habilidades e armamento de um ancião a beira da morte.
O curioso é que eles não queriam assumir a responsabilidade dessas armas nem a de proteger a humanidade contra uma horda de monstros que estavam determinados a conquistar a Terra.
Esse ancião deposita seus últimos poderes nesses garotos, que se transformam em guerreiros ninjas com roupas bem parecidas com as das tartarugas, com a diferença de em vez de uma carapaça nas costas eles utilizam uma espécie de espinhos que podem queimar ao toque.
Um deles, Mike, até acha absurdo tudo aquilo, já que eles estão muito parecidos com certas tartarugas, e mais tarde descobre que as roupas e todo aquele aparato foi tirado da cabeça de Louis um aficionado nas Tartarugas Ninjas.
.

Assim nasceram os Taturanas Ninjas que depois se tornaram os Taturanas Samurais, depois os Taturanas Marciais e hoje conhecidos como o clã dos Taturanas de Fogo.

Os nomes também eram paródias.
Os meninos se chamavam Louis, Mike, Nach e Howard e como taturanas era Louisnardo, Mikelângelo, Nachatello e Howardel.
Mas as semelhanças com as Tartarugas param por aí, as armas eram totalmente diferentes, os objetivos, os inimigos, todo lance da história que era mais cômica do que heróica. Era uma paródia a todo e qualquer grupo de super-seres. É por isso que ela foi toda repensada.
Muita gente me falou que não podia usar as armas que usava, para retratar ninjas, samurais, karatekas, ou seja lá o que fosse, que esteja na terra do sol nascente ou que manja de artes marciais, pois meus personagens empunhavam bumerangues, socos-ingleses, chicotes e martelos.

.
Aí eu fui pesquisar...
E segundo eu pude constatar “As artes marciais são sistemas de práticas e tradições para treinamento de combate, usualmente (mas nem sempre) sem o uso de armas de fogo ou outros dispositivos modernos.” e “A origem do termo artes marciais é ocidental e latina, uma referência às artes de guerra e luta. Sua origem é vinculada ao deus da guerra greco-romano Marte. Assim, as artes marciais segundo esta mitologia são as artes ensinadas pelo Deus Marte aos homens. As artes militares ou marciais são todas as práticas utilizadas pelos exércitos no desenvolvimento de treinamento e habilidades para o uso em guerras não importando a origem ou povo que a criou.”
Pronto! Tava resolvido. Eu podia sim usá-las.
Mas aí, pra facilitar a aceitação dos leitores, eu criei toda aquela história de 3ª Guerra Mundial, união de alguns povos e até dos continentes.
Facilitei pros leitores e compliquei pra mim...
Tive que criar mapas das cidades e até desse novo mundo, nada muito simples mas ficou bem legal.

Outro problema que eu tive foi a aceitação de uma barata como mestre deles. Sim! Uma barata. O ancião não havia morrido, só precisava de um corpo para seu espírito habitar e ele só conseguiu uma barata gigante como receptáculo.
Mas ele consegue reverter essa situação, não posso aqui ficar contando tudo...
Outro problema foram os nomes. Hoje eu tive que muda-los. Não faz mais sentido mantê-los como eram.
As roupas vão mudar também, mas sinceramente acho que as armas continuam.
Fazem parte da história, são poderosas e mágicas e o melhor...dão oportunidade de fazer vários links para outras histórias!!!
.
Eu não sei se esse papo de Taturanas Samurais descrita acima é verídica ou invenção de alguém, mas até que ficou legal e criativa.
Principalmente a parte do “Acharam que as crianças não cresceriam saudáveis assistindo essa série”.
É o tipo de série que eu curto fazer. =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentaê

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...